Processo de Reabilitação

O conceito de reabilitar inclui diagnóstico, intervenção precoce, utilização adequada de recursos tecnológicos, continuidade de atenção, e diversidade de modalidades de atendimentos.Visa à compensação da perda da funcionalidade do indivíduo, à melhoria ou manutenção da qualidade de vida e à inclusão social (RIBEIRO, 2010).

Para Coelho e Lobo (2004), o trabalho de reabilitação deve englobar tanto o aspecto técnico quanto o da cidadania da pessoa com deficiência, que tem o direito de fazer escolhas e de ser a autora de sua própria história.

TÉ possível perceber que metas da reabilitação serão mais fáceis de serem alcançadas por meio de esforços tanto intersetorial quanto multiprofissional. Esse esforço ajudará a superar as dificuldades sentidas pelos profissionais na medida em que as complicações no estado de saúde da criança acabam demandando diversos especialistas, médicos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, psicólogos, etc, que se complementam no apoio à criança com necessidades especiais (SILVA; DAMIANE,2003).

O sentido da integralidade é da dimensão das práticas dos profissionais de saúde, que devem incorporar nas respostas terapêuticas não apenas o ponto de vista biológico, mas também o emocional e o social (PINHEIRO; MATTOS, 2004), onde o trabalho em equipe ocupa um lugar central.